Blogdopa | “Vamos dar conta”, diz Ibaneis sobre taxa de ocupação de UTIs Covid

0
101

Governador disse que já foram abertos novos leitos em hospitais da rede pública e descartou novas restrições a moradores da capital federal.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) comentou, nesta terça-feira (25/1), sobre a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) Covid-19, que atingiu 100% nas primeiras horas do dia.

O chefe do Palácio do Buriti diz que o Governo do DF está abrindo novos leitos nos hospitais da rede pública. “Vamos dar conta de segurar toda a saúde do DF”, disse.

“O DF está enfrentando uma terceira onda. Estamos ingressando com algo em torno de 10 leitos todos os dias na rede pública com o suporte necessário para atender a população”, acrescentou.

Na oportunidade, Ibaneis também disse que não há previsão para a publicação de novos decretos com mais restrições para a população da capital da República.

“Sem previsão de restrições vamos continuar levando. As coisas estão caminhando bem e vamos sair dessa situação. Hoje mesmo, nós já tivemos diminuição nos índices de transmissão e a gente espera que ele volte a cair a partir da próxima semana”, disse o governador.

Vacinação infantil

Sobre o estoque de doses da vacina contra a Covid-19, da Pfizer Infantil, que está zerado, Ibaneis garantiu que há cerca de 240 mil doses de Coronavac disponível para atender a demanda. “Conforme o Ministério da Saúde for entregando, a gente vai colocando Pfizer.

 

Enquanto isso, vamos vacinando com a Coronavac. A previsão de chegada de nova remessa é só com o Ministério da Saúde”, afirmou Ibaneis.

No início da tarde desta terça, o painel alimentado pela Secretária de Saúde com informações sobre a pandemia mostrava uma melhora nos índices de ocupação de UTIs Covid no DF.

Às 12h10, a taxa de ocupação havia caído de 100% para 88,89%, com sete leitos vagos. Do total de leitos (83), 63 estão ativos, 56 ocupados e há 20 leitos bloqueados.

Os leitos adultos ainda estão com 91,53% de ocupação.

Os pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) destinadas ao tratamento contra Covid-19 no Distrito Federal deixaram de se vacinar parcial ou totalmente. Segundo a Secretaria de Saúde, 90% das pessoas hospitalizadas pelo novo coronavírus, nesta terça-feira (25/1), não tomaram vacina ou estão com ciclo vacinal incompleto.

O índice é o mesmo de 12 de janeiro, ocasião em que o governador em exercício, Paco Britto, fez um apelo à população para que procure um posto e receba a dose da fórmula contra Covid-19.

Taxa de transmissão da Covid-19

Na contramão da escalada das últimas semanas, a taxa de transmissão da Covid-19 no Distrito Federal recuou nessa segunda-feira (24/1) e atingiu 2,24. Na última sexta-feira (21/1), o índice se igualou ao recorde registrado na capital do país em 2020, chegando a 2,61.

A taxa acima de 1 representa avanço da pandemia. Abaixo dessa linha, sinaliza que há controle da disseminação. O número dessa segunda-feira significa que 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 224.

Novos casos

Até as 17h dessa segunda-feira, o Distrito Federal havia notificado 568.433 casos da Covid-19. Apenas nas últimas 24h foram confirmadas 6.976 novas infecções causadas pelo Sars-Cov-2 na capital.

Do total de casos computados, 525.159 estão recuperados e 11.143 evoluíram para óbito.

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica do DF notificou quatro mortes em decorrência da doença ocorridas em data anterior, e nenhuma nessa segunda-feira (24/1).

Blogdopa o jornalismo verdade.