Blogdopa | Saiba quem é mulher que morreu após cair de lancha no Lago Paranoá

0
152

Deysivânia Costa do Rego de Paula, 36 anos, estava em Brasília de férias com a família. Ela sofreu acidente no Lago Paranoá.

Em coletiva de imprensa concedida na tarde deste domingo (30/1), os socorristas contaram que ainda não localizaram o braço da vítima, que permanece no Lago Paranoá.

A lancha estaria ancorando em um pier na altura do Pontão quando o acidente aconteceu.

A mulher que perdeu o braço no Lago Paranoá nesse sábado (29/1) e morreu no Hospital de Base (HBDF) neste domingo (30/1) morava na Bahia, tinha 36 anos e estava em Brasília passando férias com a família.

Deysivânia Costa do Rego de Paula era casada com Sidiclei Santana, era formada em serviço social, mas trabalhava com o marido em uma empresa de venda de peça de carros no estado nordestino.

Horas antes do acidente trágico, o marido dela postou fotos no Lago Paranoá.

O acidente

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), o acidente aconteceu depois que a mulher e outra pessoa teriam caído na água após um movimento brusco da embarcação.

A corporação não soube informar se quem caiu foi uma criança ou outro adulto.

No momento em que os dois caíram, a lancha estava ancorando em um pier na altura do Pontão do Lago Sul.

O piloto engatou marcha ré e acertou a turista com a hélice da lancha, decepando seu braço e dilacerando-a na altura da cintura.

O braço não havia sido encontrado pelos socorristas até a última atualização deste texto.

Após o acidente, a Marinha do Brasil anunciou que irá abrir inquérito para apurar o ocorrido.

Em nota, a força informou que realizou “apoio no socorro à tripulação e um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente”.

O condutor da lancha, Bruno Lopes de Sousa, foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo. Ele foi conduzido à 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), onde prestou depoimento.

Veja o momento do resgate:

Inquérito naval

Marinha do Brasil anunciou que irá abrir inquérito para apurar o ocorrido. Em nota, a força informou que realizou “apoio no socorro à tripulação e um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente”.

O condutor da lancha, Bruno Lopes de Sousa, foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo. Ele foi conduzido à 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), onde prestou depoimento.

Blogdopa e os previlegios do CBMDF e PCDF.