Blogdopa | Natal impulsionou vendas no comércio em até 19% no Distrito Federal

0
153

Balanço do Sindivarejista aponta que lojas de brinquedos, confecções e calçados puxam fila do aumento nas transações realizadas em comércios.

Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista-DF) divulgou neste domingo (26/12) o balanço de vendas do Natal na capital da República, e o resultado animou o setor. De acordo com o levantamento – realizado do início de dezembro até a véspera natalina, dia 24 – houve crescimento entre 16% e 19% no volume de transações realizadas em relação ao ano passado. Lojas de brinquedos, calçados e de confecções se destacaram no balanço do Sindivarejista e alcançaram 19% de aumento em relação a 2020.

“A gente acompanhou o movimento das lojas ao longo de dezembro, monitorando estoques, frequência de clientes, contratações de novos funcionários. Isso tudo permitiu que as previsões fossem superadas para gerar um otimismo também em relação à recuperação da capacidade econômica”, pontua Sebastião Abritta, vice-presidente do Sindivarejista.

Abritta dá destaque à vacinação no bom desempenho do comércio neste Natal. “Esse crescimento fecha um ciclo, que é o da pandemia. Vemos que ela está arrefecendo com o avanço da vacinação, com a adoção dos cuidados recomendados pelas autoridades. Isso gera mais confiança do consumidor para sair, comprar presencialmente, ocupar os espaços de comércio no Distrito Federal”, celebra o sindicalista.

Conforme disse ao Portal, apesar das confirmações de casos da variante Ômicron no DF, o aprendizado com as últimas cepas do novo coronavírus, somado à imunização, deixa os casos mais brandos e não deve causar grandes prejuízos ao setor de comércios e serviços.

“Não resta dúvida de que gera preocupação, mas a gente continua incentivando o respeito às regras sanitárias, aos protocolos e, claro, à vacinação. Não é novidade e a gente sabe como lidar com isso, graças aos avanços da medicina”, indica.

O resultado natalino, comenta ele, era esperado pela evolução que se tem desde as últimas datas festivas no DF. O Black Friday, por exemplo, permitiu um cenário de esperança para os números do varejo na capital. “É muito difícil mensurar em quanto tempo retomamos os níveis pré-pandemia, mas a cada bom desempenho aumenta o índice de investimento no comércio, em novos colaboradores, novos produtos”, indica.

Fecomércio dá respaldo ao balanço

Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF), José Aparecido diz que a entidade ainda não tem o balanço sobre as vendas especificamente realizadas no período natalino – que deve sair na primeira quinzena de janeiro –, mas o movimento nas lojas indica algo de positivo. “Realmente os comércios estavam cheios, sim. Nossa perspectiva previa um aumento de 20% em relação ao ano passado, de pandemia, mas a gente só pode confirmar esses número em janeiro mesmo”, pondera.

Para Aparecido, o avanço da vacinação em Brasília também foi crucial. Até a publicação deste texto, quase 92% da população candanga havia tomado ao menos uma dose da vacina e 82% estava com o ciclo de imunização contra a Covid-19 completo. Com relação à dose de reforço, o índice ainda não chegou aos 14%. “A imunização dá tranquilidade, pessoas passam a sair de casa, o povo fica otimista”, finaliza Aparecido.

Blogdopa e os previlegios do Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal.