Blogdopa | Feriado: Cemitérios do DF esperam 500 mil visitantes durante o Dia de hoje

0
167

Ano passado, no auge da pandemia, apenas 250 mil pessoas fizeram homenagens presenciais no Dia dos Finados. Previsão do tempo é de chuva. Nas seis unidades do DF haverá atendimento psicossocial e missas.
Movimentação no cemitério Campo da Esperança da Asa Sul na véspera do Dia dos Finados – (crédito: Minervino Júnior/CB)

Relembrar a dor de perder um ente querido muitas vezes não é fácil, porém o Dia dos Finados gera um certo conforto para a maioria das pessoas. Uma data para homenagear aqueles que faleceram, um gesto de carinho, amor, atenção e solenidade. Neste ano, nos seis cemitérios da capital, é esperada uma grande movimentação. De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) — responsável por coordenar a concessão das unidades cemiteriais do Distrito Federal —, a expectativa de público é de mais de 500 mil pessoas, nesta terça-feira (2/11), que devem visitar os túmulos daqueles que se foram. No ano passado, o público foi de 250 mil visitantes, uma queda impulsionada pela pandemia da covid-19.

Apesar do aumento no fluxo do público, os protocolos sanitários permanecerão. O uso de máscara será obrigatório, tanto nos espaços fechados quanto nas áreas externas, além da limitação de visitantes nas tendas onde serão celebradas as missas, a higienização com álcool 70% e a aferição de temperatura. Para melhor atender os brasilienses, os cemitérios do DF irão abrir os portões uma hora mais cedo, às 7h. O encerramento das atividades nos locais está marcado para as 18h30. O acesso de veículos será restrito, dando prioridade aos pedestres que vão circular durante todo o dia. Nesse sentido, o recomendado é que a população se organize antes de sair de casa.

Apesar do aumento no fluxo do público, os protocolos sanitários permanecerão. O uso de máscara será obrigatório, tanto nos espaços fechados quanto nas áreas externas, além da limitação de visitantes nas tendas onde serão celebradas as missas, a higienização com álcool 70% e a aferição de temperatura. Para melhor atender os brasilienses, os cemitérios do DF irão abrir os portões uma hora mais cedo, às 7h. O encerramento das atividades nos locais está marcado para as 18h30. O acesso de veículos será restrito, dando prioridade aos pedestres que vão circular durante todo o dia. Nesse sentido, o recomendado é que a população se organize antes de sair de casa.

Diante do período delicado em que o mundo está vivendo, a Sejus vai disponibilizar atendimentos psicológicos e com assistentes sociais para prestar apoio emocional às famílias fragilizadas pelas perdas dos entes queridos. “A gente sabe que, durante a pandemia, muitas pessoas não puderam se despedir de familiares e amigos que morreram pela covid-19. Tanto pelos protocolos nos hospitais quanto no enterro que precisou ser limitado, com caixão fechado. E estaremos em todos os cemitérios com uma equipe especializada para dar uma palavra de conforto, uma palavra amiga, nesse momento tão difícil”, ressalta a secretária da Sejus, Marcela Passamani.

A pasta também contará com uma equipe disponível para sanar as dúvidas da população e dar orientações dos serviços nas unidades cemiteriais, como o transporte interno e as informações de onde está o túmulo a ser visitado. De acordo com Marcela Passamani, este é o segundo ano em que a Sejus promove esses serviços para a população. “É um trabalho gratificante e importante neste momento de tristeza. Eu acompanhei alguns atendimentos no ano passado e vi muitas pessoas chegando fragilizadas que saiam de lá mais fortalecidas. Nada substitui um ente querido, mas um apoio faz a diferença”, defende Passamani. Segundo a secretária, todos os acolhimentos são feitos de forma exclusiva, individual e respeitando o sigilo entre o paciente e o profissional.

Amparo espiritual

A Arquidiocese de Brasília prestará apoio emocional e espiritual às pessoas nos cemitérios. Além das missas, um grupo de seminaristas dos Seminários Redemptoris Mater e Nossa Senhora de Fátima vão ficar disponíveis para rezar com as famílias enlutadas durante todo o dia. Os jovens do Movimento Regnum Christi e os membros do Conselho Missionário Diocesano também vão oferecer acolhimento. A iniciativa existe há anos, porém, em 2020, não ocorreu o atendimento devido às restrições da pandemia. A reza pela equipe de religiosos ocorrerá seguindo todas as normas sanitárias vigentes.

Trânsito

O trânsito ao redor dos cemitérios será alterado para garantir mais segurança a todos que vão passar pelo local. Na unidade do Campo da Esperança da Asa Sul, o acesso pela W5 será permitido apenas pela via ao lado do Hospital Santa Lúcia. Os motoristas que vierem pelo Setor Policial Sul precisarão fazer o retorno no viaduto da W3 Sul e seguir por essa via. Os demais retornos estarão fechados, incluindo o balão em frente ao cemitério.

O tráfego na W5 Sul será em sentido único a partir do cemitério até a Estrada Parque Polícia Militar. No trecho entre o cemitério e a 714 Sul, o fluxo será nos dois sentidos. O estacionamento do Templo da Legião da Boa Vontade (LBV) será liberado somente para idosos, gestantes e pessoas com deficiência. Os veículos deverão estar com a credencial sobre o painel com a frente virada para cima. O Estacionamento 6 do Parque da Cidade estará livre para o público geral. A alteração ocorrerá entre 6h e 18h.

Na região de Brazlândia não haverá mudança no fluxo das vias, no entanto o estacionamento dentro da unidade cemiterial será proibido. O Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) orienta que as pessoas estacionem em locais apropriados para não prejudicar a circulação dos veículos no local. No Gama, o tráfego será controlado pelo Detran para garantir a travessia segura de pedestres.

Em Planaltina, a via de acesso e o estacionamento em frente ao cemitério ficarão parcialmente fechados para os veículos, sendo permitido o acesso às viaturas e aos portadores de mobilidade reduzida. Já na região de Taguatinga, o local em frente ao cemitério São Francisco de Assis servirá exclusivamente para embarque e desembarque. A circulação dos veículos no local ocorrerá em sentido único para facilitar a fluidez. A via de acesso ao cemitério pelo Setor de Oficinas ficará parcialmente interditada.

Clima

Assim como em anos anteriores, a previsão do tempo para este feriado de Finados é de chuva. “Nesse dia triste, o céu também chora”, afirma Andrea Ramos, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A profissional ressalta que, no período da manhã, há a possibilidade de pancadas de chuva em algumas regiões. “Na parte da tarde e da noite, essa previsão tende a se intensificar com rajadas de ventos e trovoadas”, detalha. A temperatura deve variar entre 17°C e 25°C. Em razão das precipitações, a umidade relativa do ar ficará alta, com índices de 55% a 95%.

Por isso, os brasilienses que forem sair de casa, Nesta terça-feira, é bom levar um guarda-chuva e uma garrafinha de água. No período mais quente, é recomendado usar roupas mais leves e, como muitos cemitérios estarão com os estacionamentos internos fechados, calçados mais confortáveis é uma boa opção para o dia.

Abre e fecha

Alguns lugares e serviços do DF podem ter alterações no horário de funcionamento durante o feriado. Confira o que fecha e o que permanece aberto:

Lazer

» A Torre de TV funciona normalmente das 9h às 17h45 durante o feriado. O acesso ao mirante se dá por ordem de chegada, e os protocolos de vigilância sanitária para a covid-19 devem ser obedecidos, observando distanciamento social e tendo limite de quatro
pessoas por vez.

» Durante o feriado, o trânsito no Eixão fica interrompido para lazer das 6h às 18h.

» O Jardim Botânico funciona das 9h às 17h, com entrada permitida até 16h40.

» Todos os parques administrados pelo Brasília Ambiental mantém horário normal de funcionamento.

» Os shoppings, com exceção do Casa Park que terá funcionamento da 14h às 20h (com a praça de alimentação aberta das 12h às 22h), seguirão o horário normal.

» O Zoológico de Brasília fica aberto das 9h às 17h, com restrição de público de 2,5 mil pessoas.

Comércio

» Bares, restaurantes e supermercados funcionarão normalmente. O mesmo vale para farmácias e lojas de rua. Outros setores têm funcionamento facultativo.

Bancos

» Não haverá atendimento durante o feriado.

Saúde

» Durante o feriado, o Hemocentro de Brasília fica fechado. As Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e as emergências hospitalares funcionam normalmente, mas sem atendimento ambulatorial. A vacinação contra covid-19 têm funcionamento alterado. Os dados de horários e locais estão disponíveis no site da Secretaria de Saúde.

Segurança

» Os Bombeiros permanecem de plantão 24h e o atendimento é feito pelo telefone 193.
A Polícia Militar também segue com plantão 24h, sem alteração, assim como a Polícia Civil.O Detran não oferece atendimento ao público, mas servidores de engenharia e fiscalização permanecem em trabalho no regime de escala. Os serviços online e do aplicativo funcionarão normalmente.

Transporte Público

» O transporte público opera com a tabela de domingo e metrô funciona das 7h às 19h.

Outros

» A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) não funciona durante o feriado e também não haverá atendimento nos postos do Na Hora ou nos escritórios. Porém, as equipes de manutenção seguem em plantão. Os canais virtuais de atendimento seguem com alguns serviços.

» A Ceasa fica fechada durante o feriado.

» O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) funciona normalmente.

» A Neoenergia estará com as equipes de emergência trabalhando normalmente, atendendo
pelo WhatsApp, pelo aplicativo para smartphone, pelo número 3465-9318 e pelo número 116 (teleatendimento).

» No feriado, os 14 restaurantes comunitários do DF ficam fechados, assim como o Cras, Creas e os centros de convivência.

» Os postos do Na Hora ficam fechados.

» O Conselho Tutelar só atenderá demandas urgentes, que tenham sido registradas pela Coordenação de Denúncias de Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cisdeca).

» O Procon-DF fica fechado.

» O Pró-Vítima fica em plantão, atendendo pelo telefone (61) 98314-0631.

Blogdopa o jornalismo verdade.