Blogdopa | O partido Liberal, ganha um Leão da Sociedade Brasileira

0
110

Durante discurso de filiação ao PL, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (30/11) que sua intenção é a de compor bancadas para fazer melhor pelo Brasil.

Bolsonaro destacou que a ida para o PL foi uma escolha difícil. “Eu vim do PP e, confesso, prezado Valdemar (presidente do PL): A decisão não foi fácil. Até mesmo Marcos Pereira (presidente do Republicanos), conversei muito com ele também. Com outros parlamentares também. E uma filiação é como um casamento, não seremos marido e mulher, somos uma família”, disse rindo.
“O Ciro (presidente do PP) do meu lado, não foi fácil essa decisão. Sempre tentando puxar a brasa para a sua sardinha obviamente isso nos deixa bastante felizes porque é sinal de que somos queridos. Não podemos agradar a todos mas fazemos o possível”.

O presidente ainda fez afagos ao Congresso e mencionou a sabatina de seu indicado, André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal. “Em grande parte, o parlamento tem jogado junto com o Executivo. Isso é muito bom. Quando se fala em Judiciário tem a ver conosco também, sim. Amanhã (1º)está prevista a sabatina do nosso indicado (ao STF), André Mendonça. Espero que seja aprovado o nome dele”, deu o recado.


Bolsonaro, é acolhido no Partido e diz se sentir dentro do congresso Nacional, tem a generosidade de entende, que não se faz nada sozinho!

Tem a honra de esta no Partido Liberal, (PL) para ir em busca de somas no congresso Nacional.
Bolsonaro, fala dos ministros, Marcos pontes, Rogério marinho, João Roma, Eduardo Gomes, Flávia Arruda, entre outros que são importantes e o que eles representam em seu governo.

“Deixar bem claro, eu e o Valdemar não seremos pessoas que vamos definir as coisas sozinhos. Em grande parte, a nossa visão vai passar por vocês. Nós queremos compor e, com essa composição, fazer o melhor para o Brasil”, alegou, emendando que o ministro Tarcísio é “uma esperança para o nosso querido estado de São Paulo”, em referência a sua possível candidatura ao governo do estado.

No entanto, ressaltou que o evento não tinha como finalidade lançar candidatos. “Não estamos aqui lançando ninguém a cargo nenhum. É um evento simples, mas de muita importância: a filiação, que é uma passagem para que nós possamos pleitear algo lá na frente. Estou me sentindo aqui Arthur Lira, em casa”, disse passando a mão no ombro do deputado Arthur Lira (PP-AL). “Estou me sentindo dentro do Congresso, com aquele plenário tendo em vista a quantidade enorme de parlamentares aqui presentes. Vocês trazem lembranças agradáveis, de lutas, embates e, acima de tudo, momentos do que nós juntos fizemos pelo nosso país”, completou.

Ainda fala das cores que predominam o nosso Brasil, que o melhor para nossa pátria e cuidar de todas as pessoas.
Pede para o congresso revogar o decreto que coloca o que temos de investimentos no próprio Brasil é tiras dos países que compram a nossa obras-primas e depois nos revende com o preço mais alto.
Ele sempre dizia na companha, lutar contra alguma privatização, mais Paulo Guedes, Ministro da Economia, convenceu o presidente, Bolsonaro, da importância de algumas privatizações em seu governo.
O Brasil a cima de tudo e Deus acima de todos e agradece a todos pelo apoio, diz o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Por fim, Bolsonaro também alfinetou o governo do PT dizendo que seu governo “tirou o Brasil da esquerda”. “O futuro do Brasil está em nossas mãos. Nós tiramos o Brasil da esquerda. Olha para onde estávamos indo, olha para onde foi certos países, como a Venezuela. Nós não queremos isso”, concluiu

Agradeço ao meu pai, pelos ensinamentos, como, político que sou, diz: Flávio Bolsonaro.
O Partido perdoa a traição, jamais o traidor, diz Flávio.

Fala também, que traidor, e aquele que não tem o que mostrar e mostra o inverso dos trabalhos feito pelo presidente.

A ministra Flávia Arruda, tem o seu valor no Governo Federal e levar multidões a loucura, colocado o Presidente da República, Bolsonaro no altar de um trio elétrico.

Blogdopa o jornalismo verdade.