#Blogdopa, Polícia Civil prende último suspeito de roubar e matar diarista no DF

0
167

Antônia Nubia Camelo Campos, de 43 anos, foi morta a tiros no Paranoá, no DF — Foto: Arquivo pessoal

Antônia Nubia Camelo Campos, de 43 anos, foi morta a tiros no córrego do bálsamo região do Lago Norte, proximo ao Paranoá, no DF

O último suspeito de envolvimento na morte da empregada doméstica Antônia Núbia Camelo Campos, de 43 anos se entregou na 6ª Delegacia Polícia, na noite desta terça-feira (9).

O crime ocorreu no dia 24 de fevereiro, quando a vítima saia de casa para trabalhar, no Paranoá (relembre abaixo).

De acordo com as investigações, o homem estava escondido na casa de parentes em São Sebastião.

Os policiais chegaram a fazer um cerco no local, mas ele não foi localizado. Na última quinta-feira (4), o outro suspeito de ter participado do crime foi preso.

Com ele, os policiais encontraram a motocicleta da vítima, que havia sido roubada. O caso é investigado como latrocínio, mais o caso poder ter um novo desfecho.

“Na delegacia, em seu depoimento, o envolvido confessou, com detalhes, o crime e afirmou ser membro de uma facção criminosa de São Paulo, que tem o intuito de se estabelecer na capital”, disse o delegado Ricardo Viana.

Se condenados, os suspeitos podem pegar até 30 anos de prisão.

Mulher é morta no Paranoá a caminho do trabalho

Mulher é morta na MI TR 07 no córrego do bálsamo região do Lago Norte a caminho do trabalho

Relembre o caso

Antônia Núbia Camelo Campos foi rendida pelos assaltantes no condomínio MI TR 07 a 700 metros do quartel do Corpo de Bombeiros, do Paranoá.

Segundo vizinhos, ela ainda estava no portão de casa, e os criminosos levaram apenas a motocicleta da vítima.

Segundo o delegado, a bolsa da diarista ficou no local, e foi levada para casa por familiares. “Além disso, achamos R$ 20 no lugar.

O que indica que os suspeitos podem ter se desesperado e fugido apenas com o veículo”.

Moto de Antônia Nubia Camelo Campos, de 43 anos, roubada no Paranoá-DF — Foto: Arquivo pessoal

Moto de Antônia Nubia Camelo Campos, de 43 anos, roubada na região do Lago Norte, próximo ao Paranoá.

O Corpo de Bombeiros foi chamado por um vizinho de Antônia, mas, ao chegar, a mulher já estava sem sinais vitais

Familiares, que preferiram não se identificar, contaram que ela estava com a motocicleta há apenas um mês, era casada e tinha quatro filhos.

Blogdopa, o Portal Alfa fogo das notícias o jornalismo verdade e a fonte do G1 DF.