Blogdopa, SindMédico-DF liminar que coloca em prática a compra de vacinas contra Covid

0
135

A Justiça Federal concedeu liminar, na tarde de segunda-feira (29/3), para autorizar o Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) a adquirir vacinas contra a Covid-19 para imunização de seus filiados.

A decisão é do juiz federal Rolando Valcir Spanholo, da 21ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal.

A entidade ingressou com o pedido após médicos e profissionais da saúde que atuam na iniciativa privada terem sido preteridos da campanha de imunização, em relação a quem atua na linha de frente contra a pandemia.

Recentemente, a Secretaria de Saúde começou a agendar, de forma paralela, datas para vacinação de trabalhadores de consultórios e clínicas particulares.

Teve início, no último dia 25 (quinta-feira), a vacinação de quem atende pacientes em clínicas, ambulatórios, consultórios e laboratórios particulares.

A campanha para esta categoria será realizada em oito fases, condicionadas à chegada das remessas de imunizantes feitas pelo Ministério da Saúde.

“Esse é o ponto nodal da questão: não estamos falando de vacinas que serão oferecidas aos entes públicos (como muitos leigos confundem). Igualmente, não podemos continuar presos à ignorância, ao amadorismo, à ilusão de que esse coronavírus desaparecerá com o mero desejo psicológico, com o mero passar do tempo ou com a chegada de um novo período eleitoral. A imunização é a única solução segura e duradoura para proteger vidas e manter funcionando a economia do país e das pessoas”, escreveu o magistrado.

Teve início, no último dia 25 (quinta-feira), a vacinação de quem atende pacientes em clínicas, ambulatórios, consultórios e laboratórios particulares. A campanha para esta categoria será realizada em oito fases, condicionadas à chegada das remessas de imunizantes feitas pelo Ministério da Saúde.

“Esse é o ponto nodal da questão: não estamos falando de vacinas que serão oferecidas aos entes públicos (como muitos leigos confundem). Igualmente, não podemos continuar presos à ignorância, ao amadorismo, à ilusão de que esse coronavírus desaparecerá com o mero desejo psicológico, com o mero passar do tempo ou com a chegada de um novo período eleitoral. A imunização é a única solução segura e duradoura para proteger vidas e manter funcionando a economia do país e das pessoas”, escreveu o magistrado.

Blogdopa, o Portal Alfa fogo das notícias o jornalismo verdade e os previlegios do sindimedico.